O TEMPLO DA MISERICÓRDIA E COMPAIXÃO
No Reino Etérico sobre Pequim

Hierarca: Mestra KWAN YIN
Cor da Chama: Púrpura-Violeta
Atributos: Graça, Misericórdia, Compaixão e Amor
Músicas: SOM - No Jardim de um Mosteiro (Ketelby)

* * *

O TEMPLO DA MESTRA KWAN YIN

    O Templo da Misericórdia e Compaixão situa-se no Reino Etérico sobre Pequim. Ele é guardado pela amada Mestra KWAN YIN, que lhe confere sua Irradiação. Doze templos menores circundam a magnífica construção, sendo cada um dos mesmos dedicado a uma virtude especial. Aqui os alunos que ainda não dominam todas as virtudes podem ser doutrinados por sábios professores, sobre aquelas, das quais ainda sentem carência.
    A característica especial desse Templo é o extraordinário silêncio, cuja pura vibração toca e eleva cada aluno e em seu coração é despertado o desejo por perdão a toda injustiça praticada contra ele. O aluno sentirá a alegria proveniente da libertação da revolta e do rancor contra outras pessoas.
    A Mestra KWAN YIN há longo tempo era conhecida de muitas pessoas, principalmente no oriente, como auxiliar para crianças recém nascidas ou em gestação, para a transmutação de seu carma e o das famílias. Ela também protege mães solteiras e seus filhos, evitando, dessa forma, eventuais suicídios e abortos.
    Ela também presta serviços especiais aos agonizantes, ajudando a afastar de seus corpos etéricos muitas das cicatrizes causadas por decepções, dores e muitos outros motivos, até onde o permitir a Lei cósmica. Ela também ouve o pedido por perdão por erros próprios na vida terrena e trabalha com as correntes de vida para minimizá-los.
    Os pensamentos e pedidos dos alunos por cura, misericórdia e equilíbrio, serão realizados, quando se ligarem como o Templo da Misericórdia e permanecerem na agradável irradiação da Mestra.

* * *

DE PALESTRAS DA MESTRA KWAN YIN

    Uma forte solidariedade interna nos conserva unidos, na certeza de que a chama da Misericórdia e Compaixão também hoje ainda arde, mais clara e forte do que em qualquer tempo, apesar das aparências nos fazerem crer que já esteja extinta. As pessoas, cujo destino as levou a essa suposição, perderam a fé e precisarão penetrar bem fundo abaixo da cinza de suas esperanças, para descobrir novamente a pequena centelha, que lá ainda arde.
    Ajudar essas almas humanas e despertar essa centelha a nova vida - essa tarefa é um serviço igualmente difícil e abençoado. Muitas, em vidas passadas, dispersaram tudo que lhes afluiu em energias divinas e hoje estão de coração vazio diante do nada - física e espiritualmente. Justamente nos povos orientais o carma refluente causa esses acontecimentos de maneira implacável, provocando medo e horror às pessoas.
    Os alunos que possuem conhecimento dessas grandes relações não devem deixar-se abater por esses acontecimentos, pois ninguém pode sofrer tal destino, se de alguma maneira não produziu as causas para isso. No grande processo de depuração, que agora decorre, as almas são purificadas, e muitas vezes podem ser preparadas para sua evolução através dessa dura escola.
    Nos planos internos o progresso é mais rápido do que se continuassem com seus corpos físicos. Portanto, meus queridos, considerem também como uma graça, quando tais almas são levadas. Onde reina o regime do pavor, a divina Misericórdia prevê esse caminho para elas e é a maior graça para muitos, que dessa maneira foram preservados de reações cármicas ainda mais rigorosas. A Misericórdia divina as apaga e com isso começa o caminho de volta à Luz.
    Façam também uso de misericórdia e perdão, quanto a todos que praticam injustiça, e sintam a torrente divina, que reforça seu próprio empenho. Com muito amor esperamos pelos alunos da Luz, para ajudar-lhes a se tornarem brilhantes florescências no jardim divino.

* * *

    A Misericórdia flui do coração do Universo e jorra a toda vida que a ela se abre. O pedido por misericórdia proferido pelo homem, sempre é atendido. Porém, depende dele mesmo, de sua capacidade e seu desejo de perdoar e usar de misericórdia, quanto dessa divina misericórdia ele for capaz de absorver.
    A velha regra da igreja cristã de confessar e se arrepender dos pecados cometidos, é uma boa coisa, se for aplicada no sentido correto. O arrependimento dos pecados cometidos é a condição para a graça concedida ao pecador. Ele precisa esforçar-se para não repetir os erros, para que lhe possa ser concedida misericórdia.
    No entanto, todos esses antigos hábitos foram trivializados e, portanto, é necessário que o homem aprenda novamente a reparar todo mal cometido, a esquecer aquilo que o magoou e de sua parte perdoar a injustiça que lhe foi feita. É necessário que aconteça uma libertação de todas essas cargas, para poder receber a bênção da misericórdia.
    Misericórdia é a ininterrupta torrente do puro Amor divino. Esse Amor divino previu as transmutadoras forças do Fogo Violeta, para que seja mais fácil aos seres humanos purificar suas Energias mal usadas. Porém, sempre é importante reconhecer o mau uso, que o homem tenha clareza quanto aos seus erros e se esforce para eliminá-los.
    Graça, Compaixão, Misericórdia, essas suaves virtudes ficam bem em um aluno da luz, mesmo que atualmente essas palavras estejam fora de moda. A brilhante luz da Graça e da Misericórdia, ao seu apelo envolve seus corpos, todo seu ser.
    Vejam-se envolvidos nessa suave irradiação, que melhora e compensa aquilo que cometeram...
    E agora deixem fluir a corrente de bênçãos ao seu mundo, a seus próximos. Usem de Misericórdia e Graça para com toda a vida. Se nessas semanas prestarmos nossos serviços conjuntamente, as puras Forças preencherão o Mundo. Graça e Misericórdia para toda vida, para todos os presos aos Reinos inferiores, para o mundo da natureza e animal e para as pessoas nas regiões conflagradas.
    Vejam a estrela Terra envolta nessa pura suave irradiação... Dessa maneira a força da Graça, da Compaixão e da Misericórdia ficarão ancoradas nos corações humanos. Que assim cheguem ao verdadeiro reconhecimento de suas tarefas nessa vida terrena.
    Bem-vindos, amados alunos, ao Templo da Misericórdia e aos corações de todos aqueles que aqui desenvolvem sua atividade.

* * *

RELAÇÃO DOS CENTROS DE LUZ